Regulamento de Tênis

CAPÍTULO I – DA DIRETORIA DO DEPARTAMENTO

Art. 1 – A Diretoria do Departamento de Tênis é constituída pelo Diretor do Departamento e Assessores Esportivos que serão escolhidos pelo Diretor, em conjunto com o Presidente do Clube.

Art. 2 – O diretor do Departamento de Tênis é o representante do Tênis Clube Santa Cruz junto à Federação Gaúcha de Tênis.

Art. 3 – Ao Diretor caberá a decisão dos assuntos internos do Departamento, relativos ao aspecto técnico-esportivo.

Art. 4 – A Diretoria de Tênis terá a seu cargo as inscrições a serem feitas ou renovadas junto à Federação Gaúcha de Tênis, bem como tratar das transferências, da organização das delegações para competições externas e intercâmbio com outros clubes.

Art. 5 – A Diretoria de Tênis requisitará às quadras que forem necessárias para competições.

Art. 6 – A Diretoria de Tênis organizará os Torneios, tanto internos quanto abertos, terá a seu cargo a organização do “Ranking”, organizará os treinamentos, aulas e competições internas.

§ 1º – A Diretoria de Tênis convocará reuniões com os técnicos, professores, jogadores, equipes, grupos ou turmas, quando julgar necessário.

CAPÍTULO II – DA UTILIZAÇÃO E RESERVA DAS QUADRAS

Art. 7 – As quadras de Tênis estarão sob a responsabilidade e supervisão do Diretor de Tênis.

Art. 8 – As quadras serão utilizadas em períodos com duração fixa e improrrogável de 1:30 (uma hora e trinta minutos).

§ 1º – Os horários são: 08:00, 09:30, 11:00, 12:30, 14:00, 15:30, 17:00, 18:30, 20:00 e 21:30.

Art. 9 – As aulas particulares serão ministradas somente com o consentimento da Diretoria de Tênis e após a assinatura de contrato de comodato com o clube, devendo ser observadas as cláusulas do referido contrato.

§ 1º – Não são permitidas aulas ou treinos nas quadras cobertas em dias de chuva, ou em quaisquer dias da semana após as 17h, independente das condições climáticas (Art.10 § 1º), exceto quando expressamente autorizado pelo departamento. 

§ 2º – Seguem vedadas aulas particulares em feriados e nos finais de semana, exceto para professores e horários expressamente autorizados pelo departamento.

Art. 10 – Em dias da semana a partir das 17:00 horas, as quadras serão de uso preferencial dos tenistas maiores de 15 anos.

§ 1º – As quadras cobertas em dias de chuva ou em dias de semana após 17:00, serão preferencialmente para jogos de duplas, com tenistas maiores de 15 anos, ou jogos pelo Ranking oficial do clube.

Art. 11 –  As reservas das quadras para terça-feira a sábado deverão ser feitas na véspera, via telefone, a partir das 13:00 horas; para reservas de domingo e segunda-feira, aos sábados, a partir das 08:00 horas, via telefone. Em quaisquer casos as quadras poderão ser reservadas por meio da “área do sócio” no site do clube, diariamente, após às 14:00.

§ 1º – As reservas feitas por intermédio do telefone, serão permitidas somente em dias alternados, de modo que ao efetuar uma reserva por telefone o sócio terá que usar o portal do associado no dia seguinte.

§ 2º – Aos domingos a reserva das quadras poderá ser feita somente via “área do sócio” no site do clube.

Art. 12 – As reservas por telefone, das quadras cobertas de segunda à sexta-feira somente poderão ser feitas 01(uma) vez por semana para cada matrícula. Pelo site, após as 14:00 não haverá este limite.

Art. 13 – No caso de horários locados em dias da semana coincidentes com o feriado manter-se-á a reserva a favor do locatário. Nos demais dias da semana e para horários não locados, as reservas de quadras cobertas obedecerão ao Artigo 12.

Art. 14 – Na hipótese do tenista, por qualquer razão, não utilizar o horário reservado deverá comunicar a desistência à secretaria ou cancelar via “área do sócio” no site do clube com até 2 horas de antecedência ao horário reservado.

§ 1º –  Não ocorrendo à comunicação referida e não havendo justificativa aceitável do tenista que efetuou a reserva, será aplicada pena de advertência e multa no valor de R$ 50,00 (cinquenta reais)

§ 2º – Em caso de reincidência o mesmo tenista não poderá efetuar a reserva de quadra pelo prazo de 15 dias. Ocorrendo uma segunda falta de comunicação de desistência de reserva no mesmo trimestre, as penas pecuniárias serão em dobro.

Art. 15 – Estando qualquer das quadras com a rede baixada, como sinal de interdição, fica proibida a sua utilização sem prévia autorização da Diretoria do Departamento de Tênis ou dos funcionários encarregados da manutenção e conservação. Os tenistas que infringirem as disposições deste artigo serão responsáveis pela reparação de qualquer dano que a quadra venha a sofrer. Assumirão, ainda, todos os riscos de acidentes pessoais.

Art. 16 – O desrespeito às normas regulamentares e as faltas disciplinares no ambiente das quadras sujeitarão os transgressores às punições previstas no Regulamento Geral do Tênis Clube Santa Cruz.

CAPÍTULO III – DOS GRUPOS DE TÊNIS (TURMAS)

Art. 17 – Os sócios do Tênis Clube Santa Cruz poderão organizar-se em GRUPOS OU TURMAS DE TÊNIS para praticá-lo à noite, de segunda a sextas-feiras, no horário das 20:00 às 21:30, contando para isso com a reserva das quadras liberadas pela Diretoria do Departamento de Tênis.

Art. 18 – Para que haja reserva das quadras é necessário que o GRUPO se organize da seguinte forma:

– Sejam relacionados em ofício à Diretoria de Tênis, todos os integrantes do grupo, anualmente no mês de março;

– Sejam indicados, no mínimo dois (2) responsáveis pelo grupo e que o representem perante a Diretoria de Tênis;

– Seja indicado o dia em que pretendem as quadras e quantas quadras;

– Os direitos de reserva concedidos ao grupo não são definitivos e poderão ser suspensos ou alterados a qualquer tempo, conforme entendimento ou critério da Diretoria de Tênis sempre que as circunstâncias assim exigirem;

– A ala feminina poderá formar um grupo independente se já houver outro grupo formado só por homens.

Art. 19 – Da constituição do Grupo para a prática do tênis não decorrerão outros privilégios que não a reserva das citadas quadras, na noite do dia indicado, ficando todos os seus integrantes sujeitos às demais obrigações regulamentares.

CAPÍTULO IV – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS E TRANSITÓRIAS

Art. 20 – Para a prática de tênis os convidados de sócios estarão sujeitos a todas as disposições deste regulamento. Os sócios poderão convidar apenas pessoas residentes em cidades distantes a mais de 100 Km da sede social do Tênis Clube Santa Cruz. Ficará o sócio responsável por todas as ocorrências relativas ao seu convidado.

§ 1º: Tal benefício fica limitado a oito visitas anuais com intervalo mínimo de 30 dias entre elas.  

Art. 21 – O Departamento de Tênis poderá nos casos de torneios, intercâmbios, ranking, etc, utilizar a totalidade das quadras em horário integral.

Art. 22 – Quando do uso das quadras, os tenistas deverão utilizar vestuário adequado para a prática do esporte, em especial tênis com solado que não cause danos ao piso das quadras.

Art. 23 – O presente regulamento poderá ser alterado ou complementado, mediante sugestões dos tenistas, que deverão ser encaminhadas aos membros da diretoria.

Art. 24 – A não observância das disposições deste regulamento sujeita os infratores às penalidades constantes do Regulamento Geral do Tênis Clube Santa Cruz.

Art. 25 – As dúvidas quanto à aplicação deste regulamento e os casos omissos serão dirigidos ou decididos pela Direção do Departamento de Tênis.

Art. 26 – O presente regulamento entrará em vigor nesta data.

Santa Cruz do Sul, 30 de agosto de 2021.